sábado, 14 de julho de 2007

Reverência sim, autoridade não

Quando um estudante começa a estudar a Wicca e a Witchcraft, vários nomes surgem. Gerald Gardner, Doreen Valiente, Alex & Maxine Sanders, Stuart & Jane Farrah, Frederic Lamond, Philip Heselton, Patricia Crowther, Deborah Lipp, etc. Então a primeira idéia que vem aos que estudam é que estas pessoas são autoriodades na Wicca e que seus livros são ou contém toda a religião Wicca. Neste espaço contém muitos destes textos, de alguns autores aqui descritos, mas eu te garanto, caro visitante desta taberna, não há livros sagrados na Wicca nem autoridades.
O que faz um Alto Sacerdote ou Alta Sacerdotisa merecer nossa reverência é o tempo, dedicação e fidelidade às práticas que fazem a Wicca uma religião distinta das demais e diferenciam as Tradições e Linhagens que fazem parte deste Universo. Enquanto a prática destas pessoas são incontestáveis, o mesmo não se dá com as opiniões e textos que estes/as possam ter manifestado em vida.
Ao contrário de muitas religiões, a Wicca espera e pede que seu buscador e aprendiz tenha massa encefálica, ouse duvidar e perguntar, desde que saiba igualmente ouvir e obedecer. A Wicca extrapolou suas fronteiras britânicas e transbordou sua forma Gardneriana, mas ainda mantém o cerne, princípios pelos quais ela é o que é, diferente das religiões anteriores a ela das quais ela bebeu da fonte e única entre as religiões Neo-pagãs. Wicca não é ocultismo eclético nem esoterismo genérico, ainda é uma Escola de Mistérios Iniciática Duoteísta, com lugar para o Politeísmo e com ritos de fertilidade. Todos podem praticar, mas nem todos vão ser wiccans. Para usar uma analogia, qualquer pessoa pode praticar aeromodelismo, mas nem por isso pode pilotar um avião.
Por isso, cautela meu jovem. A Wicca não custa dinheiro, mas uma Tradição tem a liberdade de cobrar por seus serviços. A Wicca tem um treinamento pessoal e oral, mas os grupos tem a liberdade de oferecer cursos online. A Wicca pede uma iniciação formal por um Alto Sacerdote (se você for mulher) ou Alta Sacerdotisa (se você for homem), mas receitas de auto-iniciação existem (muito embora dificilmente pode ser comprovado sua eficácia). A Wicca possui diversas Tradições e algumas vertentes não reconhecidas, mas ao optar por uma, não critique as outras. A Wicca tem rituais que mexem com magia sexual e nudez ritual, mas você não é obrigado a ter relações sexuais com o sacerdote/sacerdotisa em troca de uma "iniciação". A Wicca exige que o candidato seja maior de idade (21), tenha autonomia (financeira e psicológica) e saúde (mental, física e sexual). A Wicca não pode ser misturada com Xamanismo, Shintoismo, Budismo, Cristianismo, Islamismo ou com técnicas esotéricas como Reiki, Tantra, Cabala (ainda que estas sejam usadas dentro das muitas práticas da Wicca). A Wicca pede que o aprendiz esteja disposto a ouvir seu Elder, com reverência, mas não se dobrar à autoridade que ele/ela diz ter. Na Wica, somente devemos nos ajoelhar diante do Deus e da Deusa.

Nenhum comentário: