sexta-feira, 13 de julho de 2007

Conceitos e referências

Eu acompanhei alguns debates sobre o conceito de paganismo, bruxaria, xamanismo e Wicca.
Xamanismo realmente vem de xaman, uma espécie de bruxo antigo da Sibéria. Porém as línguas evoluem e saem de suas fronteiras restritivas, culturais, geográficas e religiosas. Assim, o nome xaman e xamanismo é usado comumente para designar todo bruxo e sistema que utiliza de técnicas semelhantes ou similares ao xaman. Infelizmente, o conceito acaba tornando-se generalizante, como no caso da Wicca, onde muitos a analisam com base nas vertentes americanizadas. O mesmo ocorre com a bruxaria.
Nenhuma família ou tradição de bruxaria escreveu suas historias ou práticas, isto é pouco provável que tenha havido trocas de informações entre as famílias de bruxos/as. Por mais que muitos aqui realmente pertençam a famílias de bruxos/as, que conheçam as tradições de sua linhagem, não podem afirmar categoricamente que George Gardner não tenha sido iniciado dentro da Arte ou q a Wicca é uma simples invenção do mesmo.
O mesmo ocorre com paganismo. A origem etimológica vem de pagus, que era um marco usado para sinalizar o fim da cidade, o campo. O símbolo passou a significar campo, bem como seus habitantes, donde vem pagão. Uma vez q as características básicas do paganismo é o contato sagrado com a natureza, é possível mesmo a um urbanóide ser pagão, ou no caso mais estrito, um neopagão.

Paganismo, cultura ou religião?
Segundo o Wikipédia, paganismo é cultura e não religião. Ora, se considerarmos q cultura é toda manifestação humana, incluindo a religião, então paganismo pode ser considerado uma forma de religião igualmente.
Primeiramente porque possui crenças básicas, datas pontuais com carga mística, cerimônias e rituais. Segundamente porque possui princípios filosóficos, éticos e sociais q buscam a realização espiritual humana, acima de suas limitações culturais.

Princípios do paganismo:
Você é responsável pelas crenças que escolhe adotar.
Você é responsável por suas próprias ações e seu desenvolvimento espiritual e pessoal.
Você é responsável por decidir quem ou qual divindade está ao seu lado e formar um relacionamento com essa divindade.
Tudo contem a centelha da inteligência.
Tudo é sagrado.
Todas as partes do universo podem comunicar-se umas com as outras e essas partes freqüentemente cooperam para fins específicos.
A consciência sobrevive à morte.

Nenhum comentário: