quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

Conhece-te a ti mesmo

A frase, comumente atribuída à Sócrates, estava na entrada do Oráculo de Delfos, uma frase que marcou e infuenciou muito mais a humanidade do que as frases de outros Iluminados. Mas o Oráculo de Delfos foi destruído juntamente com o conhecimento e os mistérios que o cercavam. Muito do conhecimento humano foi perdido com a destruição de templos e manuscritos, destruições feitas por ordem de tiranos em coroas ou mitras.
Por séculos, a humanidade andou sob a sombra de Impérios, seculares e sagrados. A coroa e o sagrado foram tomados das pessoas que, ao se acostumarem em delegar responsabilidades aos outros, esqueceram a fonte do poder de todo Estado e Igreja.
Como o objetivo desse blog não é política, mas Paganismo, Bruxaria e Wica, eu irei escrever sobre o propósito original da religão, antes dessa ser institucionalizada.
O tolo acha, por exemplo, que a Bruxaria e a Wica consiste apenas em ajuntar vários objetos, gesticular algo com as mãos ou proferir algumas palavras ininteligíveis e conseguir com isso poder e riqueza.
Nada mais enganado. Estas coisas são instrumentos e todas as religões tem suas ferramentas. O Judaísmo tem a Torah, o Cristianismo tem os Evangelhos, o Islamismo tem o Corão, o Budismo tem as sutras. O propósito dos instrumentos não está em ficar obcecado com eles, nem os tomar como a verdade, mas sim são uma base, uma pista, uma analogia daquilo que seus membros devem tentar compreender.
Assim, um bruxo e wiccano usa seus instrumentos, começando pelo principal que é o corpo, tomando estes como símbolos que descrevem, como uma metáfora, algo maior. Buscar poder e riqueza não são os altos ideais que a humanidade tanto anseia conquistar. Nós temos pessoas sedentas por poder e riqueza demais no mundo.
O grande propósito original da religião que foi esquecido é que estas deveriam ser formas que cada pessoa escolheu, não para encontrar um Deus arbitrário tirano e externo, mas para recuperar sua própria propriedade divina; não para engolir textos considerados sagrados como se fossem uma verdade absoluta, mas descobrir dentro do seu coração a mais cristalina Sabedoria; não para realizar prodígios sobrenaturais, mas para realizar uma transformação interna.
"Saiba que, se o que tu buscas não encontrares dentro de ti, jamais será encontrado fora de ti"

Um comentário:

ξwαn ThΦt disse...

Olá!

Gostei deste blog, tem bastante conteúdo. Parabéns.

Bênçãos!