sábado, 22 de janeiro de 2011

Dia Nacional dos Voduns

O Dia Nacional dos Voduns no Benin/África é comemorado em 10 de janeiro. Durante todo o dia em várias regiões do Benin, o povo entusiasmado se aglomeram nas portas dos templos executando rítmos, cânticos e danças em louvor aos Voduns. Todas as ruas e vilas são decoradas com motivos que lembram os ancestrais e os Voduns.
As mulheres fazem as melhores iguarias e os homens preparam o vinho de palma, que serão degustados no decorrer das festividades. As mulheres usam suas melhores roupas nativas e se enfeitam para agradar os deuses, os homens tocam os mais variados instrumentos musicais emitindo ritmos divinos e cantigas regionais que falam da tradição dos Voduns. Nas primeiras horas da madrugada os sacerdotes e sacerdotisas saúdam e homenageiam Legba, Sagbeto e os Ancestrais, acompanhados pelo povo.
No amanhecer oferecem sacrifícios e presentes aos Voduns. Começa a festa. Em Ouidah os adeptos de Mami Wata (mães das águas) improvisam altares nas areias das praias, rios e córregos onde são oferecidos balaios enfeitados com fitas, flores e presentes para os Voduns das águas. Diante desses altares, o povo canta e dança louvando os deuses.
O ponto culminante dessa comemoração é a hora em que esses presentes são colocados em pequenas embarcações e levados para alto mar onde serão oferecidos aos deuses; o povo acompanha todo esse movimento com gritos frenéticos e louvores. Essa data foi estabelecida após ser proclamada a independência do Benin. O governo constituído por beninenses elegeu Sossa Guedehouhoungue como Presidente Nacional do Culto aos Voduns, oficializando assim a religião.
Os principais templos aguardam a chegada de Sossa para dar início os rituais culminantes de comemoraçao ao Dia Nacional dos Voduns. Sossa se apresenta em praças públicas, onde os adoradores de Vodum o aguardam para saudá-lo por sua luta em prol da religião. Sossa Guedehouhoungue faleceu em 27/01/2001 e foi sepultado em 25/02/2001 na cidade de Dotou.
Sua urna mortuária viajou por quase toda a África, onde o grande líder recebeu rituais fúnebres como a ultima homenagem de um povo que tanto lutou para que seus direitos religiosos fossem respeitados. O dia 10 de janeiro é o marco de uma grande vitória religiosa e Sossa sempre será lembrado como o grande Sacerdote de Vodum. Comemorar e honrar os antepassados e Voduns, é uma prática natural para o povo Fon.
Fonte: Okitalande
Nota da casa: Aos irmãos Caribenhos, de sangue nativo, africano, espanhol e francês, Feliz Dia do Vodun!

Nenhum comentário: