sexta-feira, 15 de maio de 2009

Muros e muralhas

Existem duas muralhas que são nos dias de hoje consideradas marcos culturais e patrimoniais da humanidade que são o Muro das Lamentações e a Muralha da China, cada qual tem uma mensagem e uma importância para o povo local e para o mundo. Muros e muralhas são construidas por um conforto e conveniência urbana, mas possui um simbolismo intenso como no mito de Romulo e Remo quando este, ao trespassar um muro, foi morto por Romulo.
Mas nem sempre um muro ou muralha tem um simbolismo tão agradável ou mitológico. Muitos são os muros que envergonham a humanidade como o Muro da fronterira dos EUA com o Mexico, o Muro de Berlim e o Muro de Belem. Estes também tem um significado, mas sombrio e desagradável. São muros construidos para separar, excluir, dividir, oprimir. São muros da intolerância, do preconceito e do ódio.
O muro de Berlim felizmente caiu, mas seu simbolismo permanecerá na memória da humanidade.
O muro entre EUA e México só terminará quando (e se) os EUA começarem a ter políticas mais inclusivas e socias frente às América Latina. Isso é algo que eu falava para meu finado pai quando ele em seu pensamento provinciano achava ruim da entrada dos nordestinos, se esquecendo de suas raízes serem igualmente provindas de imigrantes. Isso é o que defendo até mesmo diante de neopagãos nacionalistas: todos nós somos filhos de imigrantes. Se os países "estrangeiros" não querem que venham imigrantes, que adotem políticas sociais para que estes encontrem em sua terra natal condições para saúde, habitação e emprego.
O muro de Belém é igual ao muro de Berlim, com um tempero religioso e pode ser que caia algum dia, mas para mim foi hilário ler o Papo Furado declamar que "muros não duram para sempre" o que me faz lembrar de um muro que dificilmente cairá: o muro do Vaticano.
Com isso eu quero dizer que existe um muro ou muralha que é mais resistente à mudanças ou questionamentos que são as muralhas ideológicas ou doutrinárias, sejam estas políticas ou religiosas. Ainda hoje se pode encontrar pessoas que defendem o mesmo messianismo marxista, bem como se pode encontrar pessoas que se orgulham de defender a mesma doutrina católica cheia de ignorância, intolerância e preconceito. Quanto a isso, eu dou eco ao pedido da Opera Rock do Pink Floid:
Derrubem as Paredes.

Nenhum comentário: