sábado, 23 de maio de 2009

Iluminação

Nós, bruxos/as lidamos com espíritos familiares. Isso significa que nós somos apresentados aos espíritos, nos tornamos familiares a eles e formamos um longo relacionamento com eles. Um dos propósitos da prática é ficar ciente do que estar morto significa. Nós bruxos/as nos preparamos para a morte tendo certeza que nossas extremidades frouxas estão atadas e olhamos adiante para a oportunidade de ser e agir que não fizemos nesta vida.
Em algumas tradições, a iluminação significa estar apto a desapegar se sequer alguém vive ou morre, ama ou está sozinho. Outra se conforma com o que vier. Outra "vai com o fluxo". Bruxos/as não desapegam do amor, da vida ou do viver. Nós abraçamos, bebemos, amamos a vida, desejamos por ela... E o conhecimento do Mundo Espíritual é parte da vida para nós, não é separado.
Nós preferimos amaciar a Roda. Não vemos necessidade alguma de nos remover dela, mas abraçá-la, com todas as alegrias e tristezas. Eis a mensagem, mesmo quando estamos cercados pela morte, nós buscamos a vida e vem a vida...ou a morte, mas para nós a vida vem novamente.
A iluminação no Ofício é ser capaz de subir nas ondas com a agilidade do surfista e, quando cairmos, voltar à superfície, prontos para outra onda. Esse é o espírito, isso é coragem, isso é poder, isso é mortalmente difícil. Viver enquanto se está vivo e acietar a morte quando vem, como mais uma onda passageira. Tem coragem para subir na onda? Não temer e confiar nos Deuses e nos professores e nos outros iniciados do Ofício para te ajudar como eles puderem? Isso é bem simples, como o Ofício. Sim ou não. Simples, mas não é fácil.
Autora: Juniper Castalia, Alexandrina 3*, no forum da Amber e Jet.

Um comentário:

Marco disse...

Acho que o olhar para o morte se torna comum quando simplesmente compreendemos que faz parte do que somos, como um todo. Não como sendo uma lei, mas sim uma verdade que está ali e não enxergo mistérios em nada disso como tantos, acho que a morte é um passo a mais em toda forma de aprendizado que nos alcança.