quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Testemunhando um momento histórico

Eu me pergunto se personagens históricos e seus contemporâneos tiveram a percepção de estarem participando ou testemunhando um momento histórico.
Eu creio poder listar três momentos históricos que efetivamente modificaram o mundo: a libertação de Nelson Mandela, a queda do Muro de Berlim, o fim da União Soviética.
Hoje, eu e o mundo testemunhamos mais u momento histórico: a eleição de Barak Obama para Presidente dos EUA. A questão a se ver é se esse momento histórico vai vingar. Os americanos apostaram suas esperanças em Barak Obama, ao mundo resta torcer para que ele faça jus ao papel que lhe é conferido.
Os problemas e desafios não são poucos, pequenos ou simples. As decisões do novo Presidente irão afetar os destinos dos dias vindouros, do mundo inteiro.
No Brasil, anda não houve um momento histórico significativo o suficiente. Pontos culminantes como o fim da ditadura, a anistia, a campanha pelas diretas, a eleição de Lula para Presidente do Brasil foram eventos que se esgotaram em si mesmos, não produziram mudanças relevantes na estrutura do sistema. O brasileiro continua a viver em estado cataléptico, eventualmente tendo convulsões com as conseqüências de uma conjuntura social que ele mesmo construiu.
Se o futuro Presidente dos EUA, Barak Obama, permite a este brasileiro neopagão fazer alguns pedidos, pe peço que busque aproximar os EUA e o Ocidente dos países islâmicos e do Oriente; eu peço que apóie as resoluções da ONU nos conflitos entre países; eu peço para que referende o Protocolo de Kyoto; eu peço que busque um entendimento, reconhecimento e respeito no mundo inteiro aos Direitos Humanos; eu peço que encoraje o diálogo inter-religioso e crie autarquias suprainstitucionais para coibir a intolerância, o fanatismo e o fundamentalismo religiosos; eu peço que apóie e referende todas as iniciativas de combate à pedofilia e à exploração sexual.
Que os Deuses Antigos te concedam a disposição, a sabedoria, a capacidade, a competência e a força necessários para fazer a diferença e concretizar esse momento histórico.

Nenhum comentário: