segunda-feira, 12 de setembro de 2011

A Festa do Meio Outono

Com direito a lanternas coloridas, dragões e biscoitos de Lua, vários países da Ásia marcaram o Festival da Lua nesta segunda-feira.
A tradição anual, também conhecida como festival do Meio Outono, começa no décimo quinto dia do oitavo mês do calendário lunar, marcando o início do período de Lua Cheia.
Em Hong Kong, centenas de pessoas carregaram um boneco em forma de dragão pelas ruas.
A criatura de 67 metros de comprimento marca uma tradição iniciada no fim do século 19, como tentativa de combater um surto da Peste Negra na região.
Na China, uma multidão foi ao carnaval das lanternas ver as criações em forma de peixes, dragões e outras mais tradicionais. O festival da Lua é feriado em diversas partes da China há mais de mil anos.
Fonte: G1 Mundo
O dia 12 de setembro marca a Festa da Lua na China. A data é a mais importante depois do Ano Novo Chinês. Neste dia, os chineses reúnem a família, comem bolo lunar, apreciam a lua ou aproveitam para viajar. Eles celebram a festa de diversas formas.
O bolo lunar é o alimento mais tradicional do festival. Diversos bolos lunares foram colocados em locais de destaque num supermercado da cidade de Benxi, na província de Liao Ning, na região nordeste. Os preços são diferentes, de dezenas yuans até centenas yuans. As embalagens são bem finas e elegantes, com caixa de ferro, caixa de papel ou caixa de madeira, estampada com figuras de flores ou de "Chang E", a linda fada da lenda mitológica sobre a festa. Os vendedores dizem que os bolos lunares atuais são mais saudáveis, com pouco óleo e açúcar, mas com vários tipos de recheios, como por exemplo, de sementes de lótus, nozes, amêndoas, pasta de feijão e diversas frutas. Uma vendedora disse, "Os bolos lunares com recheios mais tradicionais são muito populares, bem como bolo lunar torrado. A maioria dos residentes compra os bolos lunares com embalagens mais simples para eles próprios comerem."
Além do mercado dos bolos lunares, o mercado turístico na região também fica mais aquecido durante o feriadão. As folhas de ácer ficam vermelhas em setembro. As agências de turismo locais criaram vários programas e passeios como, por exemplo, subir montanhas e apreciar folhas de ácer e viagem para apreciar lua, atraindo vários turistas. O diretor da agência de turismo Mingzhu, Zhang Chenhui disse, "A cidade Benxi é uma cidade cheia de montes. Subir para apreciar a lua é fantástico. Isso não só atrai os cidadãos, mas também os turistas de outros lugares. A montanha Guangmen e a montanha Wunv são os lugares mais conhecidos."
Apreciar a lua é um costume tradicional nesta data. Também é uma boa opção ir à praia para observar a lua. A praia na cidade Haiyang, na província de Shandong, realizou uma atividade da celebração do festival. Foi apresentada uma cena em figura de lua cheia. Os atores representaram a lenda mitológica chamada "Chang E voa para a lua", bem como as óperas tradicionais, presenteando os turistas com um fantástico show sob a lua. O turista Li Jun disse, "Eu vim de Qingdao. Acho que este espetáculo é muito novo e fantástico. A lua reflete-se no mar, mais com as lanternas de papel. Sinto-me em uma pintura ou em um poema."
Em Guangzhou, sul da China, os cidadãos gostam de ir à Torre da Televisão, a mais alta do país, para apreciar a lua ou jantar com a família. A torre ainda possui a maior roda gigante do mundo. De uma altura de 445 metros, as 16 gôndolas em forma de cristal giram devagar. As várias luzes e a lua refletem-se mutuamente. Quando os cidadãos sobem à torre na Festa da Lua, podem apreciar nosso satélite mais de perto, ver a paisagem de toda a cidade, e aproveitar a comida de outros países, como de Tailândia e Cingapura.
O Teatro de Guangzhou também realiza uma série dos eventos. Durante o festival, os moradores locais podem visitar o teatro e ouvir um concerto músico. O representante do teatro, Zhang Yiqi apresentou,
"Nós gostaríamos de aproveitar essas atividades no festival para trazer uma diversão musical aos nossos cidadãos. Esperamos que eles possam passar uma festa cheia de arte."
Por Zeng Yun, no China Radio International

Nenhum comentário: