sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

O mais antigo templo do sol

Noticiado pelo Caturo, no Gladius:
No noroeste da Bulgária, perto da cidade de Vratsa e da aldeia de Ohoden, descobriu-se recentemente o mais antigo templo solar do mundo, que terá sido erigido há mais de oito mil anos.
Este local de culto pré-histórico, com cerca de três mil anos a mais do que o «seu equivalente» britânico - Stonehenge - não está, como este último, à luz do dia, mas sim em lugar subterrâneo, e tem um formato de ferradura. De acordo com os arqueólogos, as gentes pré-históricas faziam nesta espécie de templo as suas oferendas ao Sol em troca de fertilidade e calculavam as estações e determinavam os momentos de plantação e de colheita.
Foram encontrados perto do templo dúzias de discos de barro e de pedra. O arqueólogo Georgi Ganetsovski diz que «a semântica do disco simboliza o próprio disco do Sol, o que significa que este é o templo mais antigo de culto ao Sol alguma vez encontrado» na Bulgária.
Esta área do País já tinha sido referida nas notícias por aí se terem encontrado vestígios da mais antiga população que viveu nesta área da Europa.
Um sinal de bom aspecto, este - a descoberta de um eminente centro de culto ao Sol precisamente numa época do ano originalmnente consagrada em parte ao culto solar. É um emblema, em sentido figurado ou não - porque, de facto, o culto poderá não ser sequer indo-europeu de origem - do retorno à superfície dos antigos Deuses.
Nota da casa: Os Deuses antigos nunca estiveram cobertos, nós que lhes viramos as costas, para nossa desgraça. Os Deuses antigos estão onde sempre estiveram - acima, sobre e abaixo da superfície. Nós é que, envergonhados, estamos reconhecendo - enfim! - o quanto fomos tolos, ingênuos e infantis.

2 comentários:

Nana Odara disse...

onde fica o stonehenge brasileiro?

Beto disse...

opa, achei o link:
http://viajeaqui.abril.com.br/national-geographic/edicao-116/stonehenge-brasileiro-rego-grande-507581.shtml