segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Festival da Água

Novamente a Imprensa Abutre dá o ar [ou seriam asas?] da sua [des]graça, desta vez sobrevoando o Camboja.
Diversas agências de notícias, locais e internacionais noticiaram o Festival da Água do Camboja apenas porque aconteceu uma tragédia neste ano.
Isso aconteceu com a Coréia e seu festival Jeongwol Daeboreum. Nenhuma agência de notícia falou sobre o festival, sobre a cultura ou sobre a crença. Eu não acho que estou pedindo demias para a Imprensa ter um mínimo de respeito às crenças e folclore de outros povos.
Na falta de informações, recorro mais uma vez ao oráculo virtual [Google] para saber mais desse festival.
O Festival da Água do Camboja (Bon Om Touk, ou Bon Om Thook, ou Bonn Om Teuk, ou Bon Om Tuk) acontece uma vez ao ano, na lua cheia no mês budista de Kadeuk (usualmente em Novembro). Celebra uma ocorrência natural: a nversão da correnteza entre o lago Tonle e o rio Mekong.
Pelo ano, o lago Tonle Sap vaza para o rio Mekong. Entretanto, quando a estação chuvosa chega em Junho, o Mekong cresce, revertendo o fluxo para o lago, aumentando sua dimensão em dez vezes. Quando a estação chuvosa acaba em Novembro, o Mekong deságua novamente, revertendo o fluxo, esvaziando o excesso de água do lago Tonle de volta ao Mekong.
Essa ocorrência natural é celebrada no Camboja com três dias de festivais, paradas fluviais, corridas de barcos, espetáculo pirotécnico e alegria geral.
Então como agora, o lago Tonle é um ponto principal na vida de muitos Cambojanos. Ele é uma fonte de vida para muitos pescadores e fazendeiros. Não é espantoso que os Cambojanos tem celebrado o Bon Om Touk por séculos - é uma forma de retribuir ao rio o que ele lhes deu tanto.
Fonte: About [Tradução da casa]

Um comentário:

Nana Odara disse...

deve ser lindo...
e muito simbólico tbm...