quarta-feira, 31 de março de 2010

Inicia a florada da cerejeira

Quando chegar ao país, ligue a TV e verá: em qualquer canal há boletins diários pormenorizados sobre a frente de floração ou sakura zensen (uma vez que o desabrochar avança por regiões) que as pessoas seguem diária e atentamente.
Ainda que tudo na civilização nipónica seja de uma dosagem exacta e de uma precisão milimétrica, neste caso a minúcia da atenção é requisito crucial.
Trocando em miúdos: a delicadeza rosada e invulgar da sakura é tão bela quanto efémera. Dura nos galhos pouco mais de uma semana e por isso é fundamental estar no local certo, à hora certa, se quiser presenciar o espectáculo antes que as folhas irrompam no lugar dos botões.
Acerte o relógio com a Natureza
Como este Inverno as temperaturas desceram demasiado, as previsões da Agência Meteorológica do Japão garantem que as árvores da espécie someiyoshino, as mais comuns entre uma variedade que ultrapassa as 200, vão ficar carregadas um pouco mais tarde. O 'sakura' florescerá primeiro em Shizuoka, Kochi e Oita, ainda em Março. Uma semana depois será a vez da região de Tóquio. Nos locais mais frios, ao norte do arquipélago, as flores de cerejeira só começam a aparecer a 11 de Abril.
Céu em flor
A escolha do local ideal é mais fácil. As cerejeiras abundam no Japão e, regra geral, o espectáculo pode ser observado em qualquer campo, jardim, avenida ou praça, já que decoram todos os espaços públicos e fachadas.
Importante mesmo é acordar cedo e despachar-se, porque os japoneses saem massivamente de madrugada para guardar lugar e arrisca-se a não ter onde pôr um pé. A tradição recomenda uma manta para estender na relva.
Sucedem-se piqueniques ao ar livre e os Festivais Hanami. Predominam canções acentuadas na flauta de bambu e mercados de flores. Última dica: fique para a noite porque é costume iluminar as árvores.[Destak]
Festas e eventos estão sendo realizados no Japão para aproveitar a temporada de flores de cerejeira. Durante o curto período em que as flores aparecem, os japoneses lotam os parques e realizam festas sob as árvores.
As flores de cerejeira, chamadas de "sakura" no Japão, são associadas como recomeços, já que surgem no mesmo período do início das aulas e do ano fiscal japonês, no dia primeiro de abril.
Alguns japoneses dizem que a natureza efêmera e frágil dessas flores, que logo são arrancadas pelas chuvas da primavera, são uma importante lembrança de como a vida também é passageira.[Folha]

Nenhum comentário: