terça-feira, 20 de janeiro de 2009

O Brinde Anual

Duas notícias [Hull and East Riding & EDP24] do exterior relataram o folclore recuperado do Brinde Anual (Annual Wassail), um ritual de origem Anglo-Saxônica onde as pessoas fazem brindes para que o inverno se afaste e tenham uma boa colheita em seus pomares.
Um foi em Pickering Road, outro em Kenninghall.
Esses rituais neopagãos são conduzidos por um coordenador, um anfitrião ou um mestre de cerimônias. São conduzidos com música, canto, dança, bebidas e comidas.
A prática tem sua origem na Idade Média como uma troca de presentes entre os senhores feudais e vassalos, a título de caridade.
O hábito continuou especialmente nas áreas da Inglaterra produtoras de cidra (uma espécie de maçã) que acabou, como muitos produtos, sendo o nome da bebida alcoolica feita com ela.
As cerimonias de cada wassail variam de vilarejo para vilarejo, mas geralmente eles tem o mesmo elemento essenciais. Um rei e uma rainha conduzem os procedimentos e uma canção ou um tom procissório é tocado/cantado de um pomar a outro. A rainha será erguida até os ramos da árvore aonde ela colocará uma torrada que foi embebida no brinde da taça de cerâmica como um presente para os espíritos da árvore e para mostrar a eles as frutas que estes produziram no ano anterior.
Então a multidão reunida irá cantar e gritar, tocar tambores, potes e panelas, fazendo um barulho ensurdecedor até que um atirador dê uma saraivada final através dos galhos para se ter certeza que o trabalho está feito e então vão para o próximo pomar.[wikipedia]

Nenhum comentário: