segunda-feira, 19 de novembro de 2007

Limpeza de primavera

Uma vez ao ano, na primavera, eu faço uma limpeza total na minha casa, eu reservo este dia para curtir o meu lar e caprichar na limpeza, não só da sujeira material, mas também da espiritual.
Uma casa acumula muita coisa em um ano e como é um espaço amplo, nós conseguimos reparar no que precisa ser jogado fora. Nós também acumulamos muita coisa em um ano, mas não é tão fácil perceber e muito menos escolher o que jogar fora.
Imagina você tendo que se desfazer de algo que você estima muito, que você ganhou em um momento especial, de uma pessoa especial. Para quem não te conhece, nem conhece a história do objeto, será apenas mais uma coisa, não conterá nenhuma carga emocional, será visto apenas o valor de mercado.
Imagine então como deve ser difícil reavaliar coisas menos tangentes como memórias, sentimentos, preconceitos e sonhos! Passamos a metade de nossas vidas construindo a nossa personalidade e identidade, precisaríamos de mais outra metade da vida para tentar renovar ou substituir idéias, opiniões e pensamentos.
Assim como objetos se tornam, depois de algum tempo, um transtorno para nós e não vemos mais lugar para aquilo em nossa vida presente e futura, muito mais tais idéias, opiniões e pensamentos são pesados para nosso desenvolvimento atual e futuro.
Não se trata de discriminar essas coisas dentro de um pensamento maniqueísta, mesmo essa divisão de valores entre bem e mal se demonstrou suficientemente pernicioso para a nossa espécie. O problema é que essas idéias, opiniões e pensamentos se tornam obsoletos e limitam nossa percepção, por causa disto deixamos de aproveitar todas as nossas potencialidades.
O processo é demorado, mas vale a pena. Começando por mudar pequenos hábitos ou pensamentos simples, essas pequenas alterações produzem efeitos sensíveis e nos dão coragem e estimulo para continuar. Hábitos mais arraigados e pensamentos mais complexos costumam ser grandes conglomerados de idéias fossilizadas, mas como estão ligados ou associados a pequenos hábitos e pensamentos simples, resolvendo uns fica melhor para solucionar outros.
Como a limpeza de uma casa necessita de atenção e trabalho, a limpeza interna também é resultado de muita atenção e trabalho. Como a limpeza da primavera é uma cerimônia simples e eficiente, uma cerimônia semelhante para a limpeza interna é bem vinda. Como curtimos nossa casa, devemos curtir aquilo que somos, valorizar nossas fundações, agregar novos valores e sempre deixar uma janela aberta para ventilar.

Nenhum comentário: